Estudo Overview

Embora a apneia obstrutiva do sono (AOS) ser uma condição muito comum que está associada a um aumento do risco de doença cardiovascular (DCV), há muita incerteza sobre a eficácia do tratamento com pressão positiva contínua das vias aéreas (CPAP) para a prevenção da DCV. Apenas um ensaio clínico em grande escala poderia resolver essa questão e se for uma resposta positiva, mudar radicalmente a prática clínica de modo que a triagem para AOS faça parte da rotina na avaliação de riscos de DCV.

O estudo SAVE é multicêntrico, aberto, randomizado e controlado de tratamento da apnéia obstrutiva do sono com pressão positiva das vias aéreas superiores (CPAP) contra o tratamento padrão, em 2500 participantes de alto risco de DCV com AOS moderado-grave. O estudo vai determinar os efeitos do tratamento com CPAP por um período de 2-7 anos de acompanhamento de novos eventos cardiovasculares, incluindo infarto do miocárdio, acidente vascular cerebral e morte por doença cardiovascular. O estudo foi realizado na China, Austrália, Nova Zelândia, Índia, EUA, Espanha e Brasil.

Se os resultados do estudo SAVE provarem que a resposta é positiva será um grande avanço para o campo da apneia do sono e vai colocar a AOS no foco principal da medicina cardiovascular.

Adelaide Institute for Sleep Health Flinders University The George Institute University of Sydney Australian Sleep Trials Network Rui Jin Hospital